Minha quarta tentativa de FIV - Fertilização in vitro

Olá!!!

Neste post vou contar como foi a minha quarta tentativa de FIV, a tentativa que me trouxe os meus gêmeos!

Sabe quando tudo começa errado?    
Quando as chances de dar errado são imensas?
Essa minha tentativa foi assim!  Na minha cabeça, tinha tudo para dar errado.

No primeiro ultrassom para verificarmos se já poderíamos começar o tratamento, a primeira decepção.... Eu estava com um "cisto funcional" (devido a uma ovulação mal sucedida) imenso no ovário! 
Tive que voltar para casa e tomar anticoncepcional por 15 dias.
Passado os  15 dias, voltei na clinica para mais um Ultrassom e o tal cisto ainda estava lá.
Mais 15 dias de anticoncepcional.

Eu passo muito mal com anticoncepcional, fico muito triste, uma tristeza que não faz parte da minha vida e sinto muito enjoo.  Mas, mesmo assim, continuei, era por uma boa causa!

Após os 15 dias, o cisto tinha diminuído bastante de tamanho, mas ainda estava lá.
O meu médico decidiu iniciar o tratamento com esse cisto mesmo, pelo tamanho, não atrapalharia a indução da ovulação.

Iniciei a medicação e durante os ultrassons de acompanhamento, os meus folículos não cresciam adequadamente.  Normalmente, a parte de indução demora de 9 a 12 dias, neste ciclo a minha indução durou 17 dias!  Uma angustia tomava conta de mim e eu tinha muito medo de não ter óvulos de qualidade, assim como na minha primeira FIV.

A noite que antecedeu a punção dos ovulos, eu passei em claro.

Chegou o dia e para minha surpresa, tive 6 óvulos de ótima qualidade!
Esse foi o meu melhor resultado em todas as tentativas!

No dia seguinte a bióloga do Hospital me ligou para informar que todos tinham sido fertilizados!
Ai que felicidade.

Neste momento mais um "detalhe" para me tirar o sossego aconteceu.
O meu marido teria que viajar a trabalho exatamente no dia da transferência dos embriões!
Ninguém da nossa família, nem amigos sabiam que estávamos passando novamente pelo tratamento.
Tivemos que contar para meu irmão, assim ele me acompanharia no Hospital naquele dia.

E assim aconteceu...

O Papai acompanhou todo o procedimento pelo celular e no dia seguinte já estava em casa novamente!

Fiquei de repouso absoluto por 4 dias, levantava da cama apenas para ir ao banheiro e tomar banho.

Só sai de casa seis dias depois, para um almoço rápido no shopping e aproveitei para comprar um teste de farmácia!   A ansiedade foi mais forte e fiz o teste no shopping mesmo.

O resultado:

Confesso que eu estava esperando a segunda linha fantasma, aquela que temos que procurar, procurar e procurar para conseguir ver algo.

Mas não, a segunda linha estava ali para quem quisesse ver!  Nítida, e muito forte!

Sai do banheiro chorando e abracei o marido!

Eu sempre li muito sobre o assunto, participo de muitos fóruns e sei que é raro ter um resultado assim apenas seis dias após a implantação dos embriões.

Nove dias após a implantação, fiz o meu primeiro beta!
Valor = 179.

O valor estava alto para o período!


Doze dias após, repeti o beta e o valor já estava em quase 1.300!!!

A mamãe ansiosa aqui começou a pesquisar, e beta com esse valor indicava TRIGÊMEOS!!!!

Wow!   Será?
Mas o nosso médico era categorico em dizer que apenas o Ultrassom confirmaria quantos bebês estavam na minha barriga!

Com seis semanas de gestação, nosso primeiro Ultrassom, a revelação dos nossos gêmeos e os seus corações batendo rapidamente!

A maior emoção do mundo e o Papai e a Mamãe choraram de alegria!

Assim foram os nossos dias!

No momento em que os embriões são colocados no útero, cessa tudo o que os médicos poderiam ter feito e apenas Deus pode agir.

Obrigada Deus por agir duplamente!

Hoje a mamãe está de 21 semanas!
Esperando Mariana e Gabriel.

Share on Google Plus

Sobre Fabiana Cayres

Fabiana, 34 anos, especialista em Tecnologia da Informação. Portadora de endometriose e após quatro tentativas de Fertilização in vitro, tornou-se a mamãe dos gêmeos Mariana e Gabriel. Neste cantinho vou compartilhar com vocês a rotina maluca de uma mamãe de gêmeos que não tem ajuda para cuidar dos pequenos. Sou mamãe de primeira viagem e de gêmeos!

13 comentários :

  1. Parabéns pelo blog. Eu te sigo no Instagram e agora aqui. Bjo

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhh, muito obrigada pelo carinho querida! Agora temos mais um canal para tratar todos esses assuntos importantes! beijos!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Fabi. Já te acompanho no Instagram e sei da sua luta para engravidar. Adorei o seu blog.
    Estou de 22 semanas e 4 dias da minha Maria Luiza.
    Parabéns pela Mariana e pelo Gabriel.
    Bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhh que linda!
      Muito obrigada pelo carinho e Parabéns pela princesa!!!!
      Que nossos bebÊs venham com muita saude.
      Super beijo
      Faby

      Excluir
  4. Oi Faby... fiquei mto feliz por sua vitória. Acompanho seu IG desde qdo era #emagrecerparaengravidar.
    Tbm descobri q sou portadora dessa doença, mas graças a Deus já me operei e agora começo as tentativas p engravidar naturalmente.
    Minha médica disse p eu tentar 6 meses e, caso eu não conseguisse, ela me indicaria a FIV.
    Gostaria de ler aqui no seu blog o passo a passo judicial que vc fez para conseguir com que o plano de saúde arcasse com suas despesas. Por favor!!!
    Parabéns pelos bebês!!! Deus é misericordioso!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida!!!!
      Muito obrigada pelo carinho viu!
      Vai dar tudo certo e vamos vencer essa doença!
      Acredito que ainda hoje consigo subir o post sobre a liminar, ok?
      Qualquer duvida que vc tiver, pode me escrever!
      Super beijo
      Faby

      Excluir
  5. Acompanho você pelo Instagram e fiquei muito feliz qdo soube dos gêmeos.Deus abençõe!!!tenho curiosidade sobre o procedimento para retirada dos óvulos e a implantação.Muita dor?bjooo

    ResponderExcluir
  6. Escrevo este relato pois acho que poderá, em alguma ocasião auxiliar a alguém que esteja confuso ou ansioso, como um dia eu e minha esposa estivemos.

    Logo no início, quando pensamos em ter um filho, a primeira coisa que fizemos foi um grande check-up. O ginecologista de minha esposa detectou uma variação sensível em seu hormônio FSH. Diretamente, nos indicou 3 clínicas de especialistas em reprodução assistida, entre elas a IBBRA - Instituto Brasileiro de Reprodução Assistida-IBRRA.

    Lá questionamos se o fato da alteração hormonal poderia ter se dado pelo fato de minha esposa ter retirado um dos ovários quando tinha 20 anos, por conta de um cisto. O dr. Bruno Augusto Brun Scheffer nos disse que era sem chances, pois o ovário que ficou assumiria plenamente as funções do outro.

    O dr. Bruno Augusto Brun Scheffer ainda nos mostrou, através de estatísticas e porcentagem que a probabilidade de engravidarmos naturalmente era basicamente nula...

    Durante a consulta ouvimos muitas piadas sobre o nosso estado de ansiedade, principalmente sobre o meu. Após todas as perguntas que eu fazia, relacionadas ao processo / procedimentos sugeridos por ele (FIV), ele me perguntava: você é ansioso? Era óbvio, que naquela situação, estávamos preocupados e ansiosos.

    Logo que finalizou esta primeira consulta, imediatamente sugeriu que aguardassemos na sala ao lado onde a gerente financeira já iniciou suas explicações sobre custos, parcelamentos, etc, etc. Achamos tudo: money, money, money! Como diz o próprio dr. Bruno Scheffer.

    Desta forma, para "confirmar" a infertilidade, ele solicitou um exame de Hormônio Anti-Mülleriano. Segundo ele, era 99,9% de chance de dar um valor baixo, o que sugeriria irmos diretamente, e com pressa, para um tratamento FIV (Fertilização in Vitro).

    Fato é que o resultado do exame foi regular. Por telefone, para minha esposa, ele não mudou em nada sua postura, sugeriu mantermos o mesmo planejamento de realizar uma FIV, uma vez que a mulher nasce com um determinado número de óvulos e que estaríamos "correndo contra o tempo".

    Pensamos, ora, se minha esposa tem 32 anos. Cada ano 12 meses, já são, portanto 384 meses de vida... Decidimos, portanto, nos dar o prazo de pelo menos 3 meses para engravidar naturalmente.

    Para nossa surpresa, fomos abençoados e conseguirmos engravidar naturalmente na primeira tentativa.

    Fato é que ficou aquele desconforto com relação à clínica e à maneira com que o dr. Bruno conduziu o processo. Imagino que se não fossemos abençoados no primeiro mês, e talvez no quarto... tivéssemos tomado alguma atitude precipitada ou deixaríamos de acreditar na possibilidade de uma fecundação natural.

    Acredito que cada um deva avaliar os riscos envolvidos em seu caso, porém, pensar em paz, sem pressão e dar tempo ao tempo.

    Renato Amorim.

    ResponderExcluir
  7. Oi faby, vou fazer minha primeira transferência daqui a duas semanas, To amando seu blog... Vc sabe me dizer qts células tinham seus embrioes implantados? Beijos

    ResponderExcluir
  8. Geralmente clínicas especializadas oferecem condições de pagamento em curtas parcelas e altas prestações dificultando a realização do desejo de ter um filho(a).

    Saiba que com o Consórcio Rodobens poderá conquistar seus objetivos pagando em suaves parcelas no prazo de 12, 24 ou 36 meses!!

    Carta de Consórcio de 5mil até 10mil.

    *Parcelas a partir de R$180,00 a depender do valor da Carta de Consórcio e do prazo.

    Este consórcio serviço pode ser utilizado para serviço de:

    - Tratamento de Fertilidade em clínicas especializadas e também em outros serviços como, por exemplo:

    - Viagem,
    - Cirurgia Plástica;
    - Cerimonial p/ evento;
    - Qualquer tipo de * serviço que tenha como emitir nota fiscal.

    O serviço do consórcio só é liberado desde que a empresa prestadora emita nota fiscal para receber o pagamento e o cliente tenha renda compatível e nome limpo quando for contemplado.

    Representante Carolina Gomes
    71 9 9263-7474* WhatsApp
    *Atendimento em todo Brasil!

    ResponderExcluir
  9. Olá! Td bem? Estou nessa jornada tb! Em que clínica você fez? Você chegou a fazer o exame do Hormônio Anti-Mülleriano?

    ResponderExcluir