Primeiro mês dos gêmeos!

Oi gente!
Tudo bem com vocês?

Hoje vou contar para vocês como foi o meu primeiro mês como Måe!
Como foi a nossa adaptação com os meus gêmeos em casa.
Minhas dificuldades e alegrias.

O primeiro mês foi muito intenso, chegar com os bebês em casa, sem ter nenhuma experiência com bebês, sem ter ninguém para me ajudar (Decidi não ter babá e não tenho mais a minha mãe) foi muito desafiador, mas ao mesmo tempo foi, e é, maravilhoso, me doar 100% para os meus filhos, meu melhor projeto de vida!

Nos primeiros dias eu simplesmente não dormia!  Passei vários dias acordada.
Desde que chegamos em casa os bebês já passaram a dormir no quartinho deles e eu os acompanhava com a babá eletrônica do meu quarto, ao escutar ao menos um suspiro, eu já levantava e ia vê-los.  Isso deixou a minha rotina ainda mais intensa (!), porque eu não conseguia dormir enquanto eles dormiam.
Aos poucos fui ficando mais segura mas o cansaço era absurdo.

Por não dormir, e devido ao cansaço extremo, comecei a produzir menos leite e tive crises de desespero por causa disso. Sempre desejei muito amamentar e me vi numa situação muito complicada.  O pediatra deles me alertou, precisava descansar! A prolactina baixa sem repouso...

Nesse meio tempo, ainda na loucura de não dormir nunca, tive mastite.  Mastite é uma inflamação nos ductos de leite e o leite acaba empedrando.  Febre altíssima, dor no corpo e muita indisposição.
Parei!  Tive que descansar.

O Papai tem a possibilidade de trabalhar em casa, então, ele passou a me ajudar.  Eu passo a madrugada com os bebês e já consigo descansar enquanto eles dormem, quando o Papai acorda eu durmo aproximadamente três horas.  Com essas horas de sono, mais os cochilos da madrugada consegui me restabelecer e amamentar meus geminhos. Ainda, tive mastite por mais uma vez, tomei antibiotico e anti inflamatório para melhorar.

Falam que quando nasce um bebê, nasce uma mãe, no meu caso acho que nasceram duas mâes! kkkk.
A rotina é frenética, teve dias que não conseguia ir ao banheiro, e tomar banho de mais de cinco minutos passou a ser luxo (rsrs).  Mas a felicidade é tão, mas tão grande que não reclamo.

Desde a chegada dos meus gêmeos em casa, eu já adotei uma rotina e eu prezo muito por essa rotina para a minha organização e para o bem deles.

No primeiro mês eles mamavam a cada três horas e eu consegui sincronizar os dois com meia hora de diferença, quando eu terminava de amamentar um, o outro começava a acordar.  Isso facilitava a madrugada para mim já que eu não conseguia amamentar os dois ao mesmo tempo sem a ajuda do meu marido.

Essa rotina durou apenas o primeiro mês já que hoje eles já não mamam mais de três em três horas e cada um tem o seu ritmo.  Mesmo sendo gêmeos, são duas crianças com suas particularidades.

Hoje estou muito mais descansada (nosso corpo passa a aceitar a rotina e apenas 3 horas dormidas passam a ser o necessário para o corpo) e adaptada com a chegada deles.

Saímos de casa apenas para ir ao pediatra, foram três consultas e em todas eles os bebês ganharam nota 10!  Engordaram bem e cresceram!

Acho que é isso!

Não consigo aparecer aqui no Blog diariamente, mas no Instagram (@faby_mamaedegemeos) eu conto tudo sobre o meu dia a dia.

E agora, é claro, a nosso foto:




Beijos
Faby
@faby_mamaedegemeos
Share on Google Plus

Sobre Fabiana Cayres

Fabiana, 34 anos, especialista em Tecnologia da Informação. Portadora de endometriose e após quatro tentativas de Fertilização in vitro, tornou-se a mamãe dos gêmeos Mariana e Gabriel. Neste cantinho vou compartilhar com vocês a rotina maluca de uma mamãe de gêmeos que não tem ajuda para cuidar dos pequenos. Sou mamãe de primeira viagem e de gêmeos!

2 comentários :

  1. Oi Faby, parabéns pelos bebês, as minhas estão com 16 dias. Infelizmente estou complementando as mamadas, gostaria muito de amamentar exclusivo mas meu leite é muito pouco para as duas e isso me deixou muito muito triste! Muito legal suas dicas e seus posts, continue assim!!! Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Logo estarei nessa rotina doida e apaixonante!

    ResponderExcluir